Pular para o conteúdo principal

Plataforma Aprendendo Sempre: recursos para educadores durante a Pandemia Covid-19



A Plataforma Aprendendo Sempre é uma iniciativa de uma coalizão de organizações sociais para apoiar gestores educacionais, professores e famílias a garantir que todos os estudantes continuem aprendendo e se desenvolvendo durante a pandemia de Covid-19, que suspendeu as aulas em todo o Brasil.

Em um ambiente único, estão disponíveis indicações de ferramentas com conteúdos pedagógicos alinhados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular), documento que mostra quais são as aprendizagens essenciais para todos os estudantes brasileiros. Além disso, há tecnologias que viabilizam a preparação e a transmissão de aulas online, além de recomendações para o bom uso dessas soluções e de como é possível promover experiências saudáveis e significativas para crianças, adolescentes e jovens remotamente. Com intuito de inspirar professores e gestores, casos e histórias de quem quem conseguiu promover aulas não-presenciais ou está bem preparado para a retomada do ano letivo nas escolas também podem ser encontradas na Aprendendo Sempre, bem como uma agenda de eventos, cursos, webinários e outras atividades de formação e troca de informações online.

Para as famílias, há recomendações de ferramentas e atividades, além de dicas de como elas podem ajudar crianças e adolescentes em casa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seja Incrível na Internet. Projeto do Google de cidadania digital

Seja Incrível na Internet  é um projeto do Google que tem por objetivo ensinar às crianças os conceitos básicos de segurança e cidadania digital para que elas possam explorar o mundo on-line com confiança. Para o Google, a cidadania Digital envolve 5 conceitos básicos: Compartilhe com cuidado Não caia em armadilhas Proteja seus segredos É legal ser gentil Na dúvida, fale com alguém No site do projeto o professor encontrará vários recursos didáticos, como o jogo on-line Interland, um a proposta de currículo, pôster, modelo de atividade e muito mais. Os recursos são gratuitos,  não precisam de senha e podem se acessados por diferentes dispositivos. Ajude o seu aluno a ser um cidadão digital responsável! Informações e recursos em https://beinternetawesome.withgoogle.com/pt-br_br/

Unicef cria podcast para ensinar cultura afro-brasileira

 Imagem: divulgação/Unicef Em tempo de pandemia, de escolas fechadas e de ensino remoto, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) criou o podcast para que conteúdos didáticos sobre a história e cultura afro-brasileira continuem disponíveis para alunos do ensino infantil e do ensino fundamental (3 a 8 anos), professores e até familiares. O material é gratuito, está disponível para todo o país e também pode ser veiculado livremente por emissoras de rádio, sejam públicas, comerciais ou comunitárias. Está disponível no YouTube , no Spotify e no próprio site da agência da ONU . Até o final deste ano, 50 episódios contarão histórias, tocarão músicas e farão muitas brincadeiras para que crianças conheçam e possam expandir seus repertórios incluindo conhecimento sobre a cultura afro-brasileira e a cultura africana. Os conteúdos dos podcasts estão previstos nas Diretrizes Nacionais da Educação Infantil e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil. Todo material “op

Capes abre 66 mil bolsas para licenciatura e formação de professores

Marcello Casal Jr/Agência Brasil A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou hoje (12) a abertura de 66 mil vagas para a formação de estudantes de licenciatura e professores da educação básica, a um custo de R$ 325 milhões. Cinco editais serão publicados, provavelmente no dia 18 de dezembro, visando as formações, por meio de bolsas que serão implementadas a partir de março de 2020. Dois editais serão dirigidos a graduandos de cursos de licenciatura, sendo um voltado a estudantes na primeira metade do curso, por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid); e o outro a estudantes de licenciatura que estão na segunda metade do curso, por meio do Programa Residência Pedagógica. A estes dois grupos serão destinadas 60 mil bolsas, a um custo total de R$ 305,8 milhões. Dos três editais restantes, dois serão para formação no exterior (um para professores de língua inglesa, nos Estados Unidos; e um para professores d