domingo, 12 de agosto de 2007

Modelos de avaliação em EAD

Diagnóstica – tem o objetivo de verificar o conhecimento prévio ou habilidade do aluno, antes do início do curso. É útil para verificar a presença ou ausência de competências necessárias para construção de um novo conhecimento. Com a realização de pré-testes é possível adequar o aluno num grupo ou nível de aprendizagem.

Formativa – caracteriza-se pela continuidade; é processual. Encontra-se presente do início ao fim do curso. Seu principal objetivo não é atribuir notas, mas ser um instrumento de orientação, uma bússola para o formador e equipe do curso. Este modelo avaliativo visa coletar informações que possam orientar (ou reorientar) as estratégias do planejamento educacional, com vista ao aperfeiçoamento do processo de ensino-aprendizagem.

Somativa – utiliza-se de métodos quantitativos para medir os resultados alcançados sobre determinado assunto ao final de um período, como no final do curso ou módulo. Tem caráter classificatório, atribuindo-se nota ao desempenho.

É bom lembrar que esses modelos não são excludentes e podem ser utilizados concomitantemente e de forma sinérgica em diferentes momentos de um curso.

Compartilho da idéia de que o processo de avaliação seja contínuo e centrado no aluno. Que não vise apenas a mera classificação por métodos quantitativos.

Abraços e até a próxima!

Um comentário:

  1. Oi Eri!
    Você recebeu uma tomatada!
    http://fazendo-blogs.blogspot.com/
    Abçs

    ResponderExcluir